Clube Athletico Paulistano

menu menu menu
Login/Área Restrita

Fique atento

Revisão Orçamentária

Conselheiros deliberaram sobre medidas financeiras adotadas pelo Clube em resposta à pandemia do novo coronavírus e ao fechamento do Paulistano

Por quatro meses, os sócios ficaram impedidos de frequentar o Paulistano. Mesmo quando o CAP reabriu, em 20 de julho, uma série de decretos e protocolos limitou, e até hoje limita, o desenvolvimento de atividades no Clube.

Como consequência, a Diretoria preparou revisão orçamentária para 2020, versão analisada e aprovada pelo Conselho Deliberativo em reunião realizada no Ginásio Antônio Prado Júnior, em 26 de agosto.

No mesmo encontro, os conselheiros também aprovaram a alteração do valor e da forma de pagamento das contribuições sociais e acompanharam esclarecimentos sobre as contas do primeiro e segundo trimestres e sobre o andamento das obras. Na revisão orçamentária, os conselheiros conferiram diminuições significativas tanto nas receitas quanto nas despesas.

As receitas previstas para o primeiro semestre eram de R$ 83.007 milhões, número R$ 18.842 milhões superior ao verificado na realidade. A estimativa para o ano todo caiu de R$ 165.898 milhões para R$ 122.209 milhões.

Entre os principais motivadores da queda, estão as arrecadações de bares, restaurantes e mensalidades de cursos. No orçamento original, as despesas planejadas para o primeiro semestre eram de R$ 80.018 milhões.

O Clube, entretanto, tomou ações para diminuir o gasto real para R$ 56.528 milhões. A revisão diminui a previsão de despesa anual de R$ 160.695 milhões para R$ 119.344 milhões.

O novo patamar é explicado pela economia nos valores investidos em insumos, principalmente alimentos e bebidas, pessoal e serviços de terceiros, graças a acordos sindicais e negociações de contratos.

Confira a revisão orçamentária na integralmente!

Compartilhar
Aumentar Texto
Contraste