Clube Athletico Paulistano

menu menu menu
Login/Área Restrita

Esportes

O futuro do esporte chegou

Inaugurada em 24 de outubro, a nova piscina foi recebida com expectativa por associados. O espaço moderniza a prática das modalidades aquáticas e marca etapa na evolução patrimonial do Paulistano

A natação e o polo aquático do CAP não serão mais os mesmos. A nova piscina segue o melhor modelo disponível no mundo, equiparável às sedes das principais competições esportivas.

Produzida por empresa de origem espanhola e líder global no mercado, é composta por painéis pré-fabricados, que possibilitaram montagem ágil e sem falhas. Por cima, revestimento de vinil especialmente criado para a função.

“É uma piscina maravilhosa, moderna. Conta com sistema de quebra-ondas nas bordas, que padroniza a qualidade entre todas as raias”, comenta Carlos Neves, diretor de Esportes. “Outra vantagem importante é a garantia de 20 anos. Não nos preocuparemos mais com problemas como rachaduras de azulejos e vazamentos”, complementa.

O Paulistano aproveitou a interdição da área para trocar sistema de filtragem e tratamento d’água das piscinas olímpica e semiolímpica. Mais atual e sustentável, economiza energia e água no processo de lavagens de filtros.

Também usa muito menos cloro, em relação à média anterior, na manutenção da qualidade das piscinas. “Essa era uma de nossas metas, pois, diferentemente dos nadadores, os atletas do polo aquático não utilizam óculos. O novo sistema diminuirá o desconforto de nossos times”, conclui Neves.

Outra vantagem é o tamanho. Bem mais compacto, o novo sistema libera mais de 100 m² para outras atividades.

Convênio com CBC
Uma aquisição da magnitude da nova piscina requer, obviamente, grande investimento. Para concretizar a obra neste momento, o Paulistano contou com indispensável apoio do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC).

Conforme a Lei n. 9615/98, conhecida como “Lei Pelé”, o Comitê Brasileiro de Clubes recebe 0,5% dos recursos da Loteria Esportiva e descentraliza esses valores por meio de editais. Quando o CBC realiza um edital, os clubes ligados ao Comitê podem apresentar propostas.

Se aprovadas, são formalizadas e a agremiação recebe os recursos para executar as ações previstas e, posteriormente, prestar contas técnica e financeira.

Com o objetivo de contribuir para o processo de formação de atletas, conforme Edital n. 7 do CBC, proposta do Paulistano foi aprovada e utilizou o total de R$ 3.650.719,90.

A maior parte dessa quantia destinou-se à natação e ao polo aquático: R$ 2.950.000 na compra da piscina, R$ 33.949 em quatro cronômetros de borda, 970 metros de raia e catracas e esticadores de aço para uso em raias, e R$ 9.000 em placar eletrônico.

O restante dos recursos foi empregado na compra de dois canhões lançadores de bolas de tênis, uma máquina auxiliar de treino de arremesso de basquete, 35 caixas de bolas de tênis, dezenas de agasalhos e uniformes para esgrima, 21 itens de fisioterapia e oito de preparação física.

Não é a primeira vez que o Paulistano recebe investimentos do CBC. Em quatro convênios já encerrados, desenvolvidos entre 2015 e 2018, os valores realizados somaram R$ 4.305.797,82, direcionados, por exemplo, para compras de aparelhos de musculação, equipamentos de esgrima, barcos de remo e tatames.

As aquisições realizaram-se por meio de pregão eletrônico, e todos os convênios respeitam rigorosos critérios estabelecidos pelo CBC e pelo CAP. Os processos estão publicados na área Transparência do site do Clube.

Utilização de recursos próprios
O Paulistano também usará recursos próprios para concluir seu projeto aquático. Sob responsabilidade do Clube, a obra da piscina, os equipamentos para tratamento d’água e 16 blocos de partida têm gasto total previsto em R$ 2.045.069.

Compartilhar
Aumentar Texto
Contraste